Mensagem do Presidente

Caros Vapers,

O tempo é de união.

A APV – Associação Portuguesa de Vaping, associação sem fim lucrativos, nasce com o consciente propósito de ser uma associação de todos e para todos.

A APV pretende-se constituir como uma plataforma harmonizadora, que de forma institucional, séria e responsável consiga ampliar a voz social dos Vapers na concretização dos seus legítimos e atuais interesses.

A APV não pretende ser uma associação de protesto antes sim uma associação de ação, de ação esclarecedora pela alteração das mentalidades que se olvidam do corolário atual de que o Vaping é, infinita e comprovadamente menos prejudicial do que o tabaco convencional.

O desconhecimento social relativo ao Vaping, desconhecimento esse acicatado por diversos sectores comerciais e sociais, é hoje o fator que, para além do desejo de aumento da receita fiscal, tem influenciado de sobremaneira a atividade legislativa da qual derivam as alterações do Decreto-Lei n.º 73/2010, de 21 de Junho (Código dos Impostos Especiais de Consumo) e da Lei n.º37/2007, de 14 de Agosto (Lei do Tabaco) em concreto pelo Decreto-Lei n.º109/2015, de 26 de Agosto, este transpondo a Diretiva 2014/40/EU, do Parlamento Europeu e do Conselho, de 3 de abril de 2014.

Se dúvidas não temos que o quadro legislativo em vigor constitui um claro retrocesso na difusão e implementação do Vaping, estamos certos que também o será para os princípios de saúde pública que supostamente lhe estão por base. Curiosamente, o próprio sumário da Lei do Tabaco referindo que “Aprova normas para a proteção dos cidadãos da exposição involuntária ao fumo do tabaco e medidas de redução da procura relacionadas com a dependência e a cessação do seu consumo” é incongruente (por desconhecimento ou vontade) quando desconsidera a realidade de que o Vaping cumpre esses mesmos objetivos. Mais, o Vaping é esse objetivo.

Cabe-nos a nós Vapers a sua defesa.

Assim, apostados no apoio à credibilização científica do Vaping, nos princípios de saúde pública, numa representação séria e institucionalmente credível, convido-vos a participar na salvaguarda do Vaping e dos Vapers.

Juntos somos naturalmente mais fortes.

Bem hajam.

João Travassos